Área de Saúde

Pastoral da Sobriedade


A Pastoral da Sobriedade objetiva tratar a dependência química pela Terapia do Amor, propondo mudanças e valorizando a pessoa humana.

De forma articulada  com outras pastorais, a Pastoral da Sobriedade organiza grupos de auto-ajuda que trabalham na:

• prevenção da dependência química;
• na recuperação dos dependentes químicos;
• no trabalho voltado aos que fazem uso ocasional sem, no entanto, ter se tornado dependente químico;
• na reinserção familiar e social daqueles que se recuperam.

A Pastoral também desenvolve reflexões e atividades, em parceria com organismos sociais, como conselhos e fóruns. Defende sempre uma política “antidrogas”, que seja eficaz, prática e geradora de vida.

Sempre trabalhando com as famílias e todas as comunidades sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou preferência política.

A Pastoral da Sobriedade realiza, atualmente, cerca de 600 atendimentos diretos por mês e 1,2 mil indiretos (familiares).

PARCERIAS
• Subsecretaria Estadual de Políticas Antidrogas - orientação e formação técnica;
• Secretaria de Estado de Esporte e Juventude - recursos financeiros;
• Comunidades Terapêuticas Católicas de Belo Horizonte e outras Dioceses do Regional Leste 2 - internação de dependentes químicos;
• Centro Mineiro de Toxicomania - atendimento diário para dependentes de álcool e droga e seus familiares (programa de recuperação individual);
• ABRAÇO - Associação Brasileira Comunitária para a Prevenção do Abuso de Drogas - formação técnica.

PROGRAMAS E PROJETOS

» Programa Viva a Vida
Objetivo: capacitação de agentes, implantação e acompanhamento de grupos de auto-ajuda nas paróquias, formação permanente, promoção de mobilização comunitária, divulgação das ações da Pastoral.

Atividades desenvolvidas: visitas às paróquias para apresentação da Pastoral e formação básica, encontros e reuniões com o Conselho Municipal de Política.

Programa João Paulo II

» Projeto Caminhar
Objetivo: promover, com olhar solidário, a recuperação do dependente químico e seus familiares em parceria com entidades governamentais e não governamentais, fazendo acolhimento, orientação e encaminhamento antes, durante e após o tratamento. Capacitar multiplicadores de acolhida e abordagem nas paróquias em que há atuação semelhantes.

Atividades desenvolvidas: atendimento diário ao dependente químico, acompanhamento, orientação e apoio a familiares, antes durante e após internação em comunidades terapêuticas. Atendimento psicológico para familiares, com renda per capta inferior a um salário mínimo, encaminhados pelas pastorais sociais de Rua, Carcerária , da Criança, do Menor, da Aids ou pelo Santuário Nossa Senhora da Conceição.

» Projeto Prevenir
Objetivo: formar e capacitar agentes para atuar diretamente com crianças, adolescentes, familiares e coordenadores de pastorais.

» Projeto Prevenção com Gratuidade e Vida
Objetivo: complementar as ações do Projeto Prevenir com atividades lúdicas esportivas e culturais, evangelizando por meio da arte, em sintonia com os grupos de auto-ajuda das Pastorais da Sobriedade das Paróquias.

» Projeto Juventude Sóbria
Objetivo: desenvolver atividades de intervenção, recuperação e reinserção social com adolescentes e jovens de 15 a 25 anos nas paróquias que já possuem a Pastoral da Sobriedade.

PASTORAL DA SOBRIEDADE

Rua Além Paraíba, 208 – Bairro Lagoinha
Belo Horizonte – MG
Telefone: (31) 3421-1447
CEP 31210-120
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Compartilhe:


Arquidiocese de Belo Horizonte | Cúria Metropolitana

Av. Brasil, 2079 | Bairro Funcionários | CEP 30140-002 | Belo Horizonte - MG
Geral: 31 3269-3100 | Mitra: 31 3269-3131 | Chancelaria: 31 3269-3194

Ir para o YouTube Ir para o Flickr Ir para o Twitter Ir para o Facebook